O grau de risco é uma atribuição desenvolvida pela INCO para medir a capacidade e disposição do devedor em honrar suas obrigações financeiras com os investidores no momento da aquisição do empréstimo.

A escala vai de ‘A’ (menor risco) a ‘E’ (maior risco). Ela é calculada com base em diversos indicadores que contemplam: situação econômico-financeira, grau de endividamento, capacidade de geração de resultados, administração e qualidade de controles, pontualidade e atrasos nos pagamentos, entre outros.

A INCO incentiva e aconselha os investidores a realizarem a sua própria análise antes da realização do investimento, inclusive, mas não se limitando, à leitura do prospecto e dos documentos disponibilizados.

Encontrou sua resposta?